sexta-feira, julho 14, 2006

uma chuva refrescante aliviou-a

Frantisek Staud

sem acreditar em fantásticas procuras nem almas que regressam, corpóreas, em chamados pungentes pelos amantes perdidos, tinha no entanto pouca vontade de regressar sozinha a casa nesse instante. decidiu passear e alinhar ideias.

- talvez devesse mudar mesmo de casa... mas pensando bem, que foi que aconteceu? um rebanho que não estava lá e duas crianças que também não estavam. ilusões ópticas muito provavelmente. ando a escutar demais gente pouco informada. eu nunca fui assim.

foi nesse instante que se fez subitamente noite de lua cheia. sem mais nem menos, num pestanejar.
ainda viu uma mulher com asas de anjo. seriam de anjo e asas? pareciam dois apêndices brilhantes. como duas partes dela que sem lhe pertencer a ladeavam. Tina teve medo pela primeira vez.

Jose Marafona

correu aos tropeções para onde lhe parecia ser a direcção de casa. não conseguia vê-la de onde estava. à chegada trancou a porta e encostou as costas na parede como se isso a pudesse proteger.

- será esta a mulher? se é, que quer ela de mim? não a sei ajudar se é que há ajuda para espíritos errantes...

vai em paz! vai-te embora! não sei do teu marido! deixa-me ser feliz!

deu consigo aos gritos. a verdade é que o que viu a fez acreditar.



(segue)

17 Comments:

Blogger al-jib disse...

passo a passo mantém-se o suspense
.
.
.
em crescendo
.
.
até amanhã
!

um beijo.

12:06 da tarde  
Blogger alice disse...

vim ler-te de fio a pavio

és imensa

bom fim de semana linda

depois preciso de ti

mas agora não posso

beijinhos

alice

5:42 da tarde  
Blogger Um outro olhar disse...

e fica o suspense

estou a gostar


:)

7:52 da tarde  
Blogger sugcrasis disse...

Olha... um anjo? Ela também viu um anjo. E naquela posição fetal... onde é que foi que eu vi um assim?

1 Bj Sugcrasis

8:16 da tarde  
Blogger Era uma vez um Girassol disse...

Pois....
Bjs

8:59 da tarde  
Blogger Lmatta disse...

gosto
beijos

10:04 da tarde  
Blogger madalena pestana disse...

Obrigada a todos pela visita .

Tu Alice, (leste tudo? lolo) precisas de mim? Às ordens sempre.

Ontem foi um dia meio comprido para mim mas... já passou.

Amanhã visito-vos com todo o prazer. Bom fim de semana.

Bjs.

:)

1:14 da manhã  
Blogger della-porther disse...

paperlife,

Mais e mais interessante fica a estória. Estou atenta e gostando.

Beijos, um bom fim de semana

Della

10:19 da manhã  
Blogger Teresa Durães disse...

Uma Ave a ler...

4:46 da tarde  
Blogger Freyja disse...

ustedes los portugueses tienen un alma tan especial y bella
y me encanta, toda la esencia que dejan en todo lo que hacen
esta historia es reflejo de lo magico que son, mi abrazo y mi cariño
soy admiradora de Portugal, su historia y vida, su idioma es magico y todo lo que escriben y como lo escriben es lindisimo
besitos



besos y sueños

11:13 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Oi! faz tempo...
pela primeira vez anônimo (só de brincadeirinha!), logo mais volto, depois de tanto por ler.
(Anônimo, pra ti?)
Até mais ver.

7:58 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Errata:
Primeira vez não... houve uma outra.

9:32 da manhã  
Blogger della-porther disse...

paperlife,

Um novo rumo, uma mudança de trabalho me fará ser menos assídua,mas só menos assídua...porque não fico longe daqui nem "por um decreto". Admiro e tenho muito respeito pelo seu trabalho, cuja qualidade é incontestável.
Um dos poucos que vale realmente a pena, por seu diferencial e importância.
E isso não é só um elogio, é uma constatação.
Um grande abraço e honra-me sermos amigas.
Uma excelente semana de muitas alegrias e inspirações.

Um beijo com carinho das esquinas de minha cidade.

della-porther

3:50 da tarde  
Blogger madalena pestana disse...

Oi, booa tarde a todos!

Ena tanta gente a dizer que lê! que responsabilidade!

Obrigada!

Vamos ver se quando o calor abrandar não os desaponto.

É que vão-me desculpar mas n há criatividade que resista a este estranho verão.

Bjs a todos até ao anónimo, que juro não saber quem é mas, n tem importãncia.

Boa semana! :)

6:14 da tarde  
Blogger Manel do Montado disse...

Andas sempre a mudar de cas...passarinho errante.
Voltarei.

6:23 da tarde  
Blogger PiresF disse...

Pois é…quando nos lêem a responsabilidade passa a ser maior, espero que isso seja motivador e não te tolha a imaginação.

O suspense mantém-se e agora que Tina acredita, a porta de um novo mundo está aberta.

Grande abraço.

6:38 da tarde  
Blogger madalena pestana disse...

Olá Manel, abraço. Volta sempre. :)
---------------

PiresF, será essa a razão de eu estar sempre a mudar de poiso, o medo de que leiam? fiquei a pensar nisso...

Grande abraço para ti.

:)

7:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home