quinta-feira, agosto 03, 2006

Por fim avista a sua terra.

gerard laurenceau


- É tão bom estar de volta. Nunca me adaptei verdadeiramente ao sítio aonde vivo agora. E sei que vou voltar. Tivesse eu alguém que me esperasse aqui e voltaria já.

Parti por ambição? Não, parti por muita raiva! Quando a Irene se foi sem deixar rasto nem os abraços dos amigos suportava... Foi-se e nem aos pais disse para onde, antes ou depois. E eu que pensava conhecê-la...

Estacionou por trás da casa dos barcos. Está escuro demais para verificar se o dele tem sido tratado ou não.


by wiz66

- Eu na ilha sem barco sou como um homem sem água no deserto.
Entrou em casa. Pousou as malas. Subiu a escada e foi tomar um banho. Não queria mais agora que dormir.
Mas o pensamento tem truques que nem o cansaço vence, muitas vezes.
- Irene! Tenho saudades dela, do seu cheiro, dos mamilos como ponteiros agudos, do cabelo, da boca, das conversas depois ou antes. Era tão bom ouvi-la falar, de olhos fechados, como quem ouve música.

MoreyStudioNew.

- Hoje teria ido em busca dela, nem que fosse para entender. O orgulho mandou mais e eu não fui. Será já tarde?

Demorou muito até adormecer.

(segue)

11 Comments:

Blogger Marco Magalhães disse...

Promete um bom desfecho.

11:09 da tarde  
Blogger Freyja disse...

llegar aqui es pasear por letras envueltas en historia
entre imagenes bellas, la musica que envuelve, siempre me quedo aqui por mucho tiempo
es increible que sin ver a las personas se siente un feelings lindo
gracias por tus saludos, vendran tiempos buenos, llenos de sol y primavera
abrazamos a la vida en las alegrias y en el dolor, abrazamos todo
besitos y un lindo fin de semana
mi abrazo grande y gracias



besos y sueños

11:20 da tarde  
Blogger sugcrasis disse...

Olá,
Gosto muito da foto de Wiz66, tirada à noite com uma longa exposição e a lua por detrás.
Quanto á tu história,
cá estarei
fiel
até ao fim.


1Bj
Sugcrasis

1:49 da manhã  
Anonymous della-porther disse...

D.

Aqui meu olhar percebe o erotismo delicado que esta posto na estória. Muito bom mesmo.

beijos amiga querida

della

2:37 da manhã  
Anonymous della-porther disse...

D.

Ah! as imagens...estão ótimas.

beijos de novo

della

2:39 da manhã  
Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Gostei da cena e da fala...

Voltarei para assistir ao desfecho, no entanto, vim agora especificamente para retribuir a tua visita e te oferecer meu espaço para lá estares sempre que desejares. Também é teu. Disponha!!!

Um lindo dia de domingo,
Cris

12:11 da tarde  
Blogger al-jib disse...

ei ,paper life ,lugar reservado na primeira fila
.
.
.
do princípio ao fim
.
.
cá estarei
.
a marcar o ritmo

um abraço
!

3:31 da tarde  
Blogger mot disse...

Prometo ler. Já comentar... talvez no fim.

Belo blog.

:)

8:30 da tarde  
Blogger MalucaResponsavel disse...

Olá,
quando as coisas do passado nos assomam, é dificil conciliar o sono... bj

9:54 da manhã  
Blogger Lmatta disse...

estou gostando
beijos

8:35 da tarde  
Blogger Era uma vez um Girassol disse...

A história continua e eu acompanho-a...
As imagens...
Ah! Se não não fosse tão morena corava...Lindas!
Bjinho

10:31 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home