sábado, julho 22, 2006

- Ai a pobrezinha!

Katia Chausheva

que lhe aconteceu?

Menina, acorde! Ai que aflição! Até parece que eu estava a adivinhar... acordei num sobressalto a ouvir o meu nome. Até parecia que era o senhor Thomas a chamar.

Vá apoie-se a mim D. Tina...isso! Respire fundo. O que foi já passou. Andar a sair em noite de trovoada, se já se viu? Se calhar foi susto ou tropeçou encandeada por um raio.

- Eliza, olha ali!

- Onde menina?

- Ali ao fundo, mesmo ao pé do lago...

- Não vejo nada. Venha para a cama menina, mal se lhe ouve a voz e o sol mal nasceu ainda, apanha uma friagem que adoece. Isso, mais um passo só...

- Não vês ali o senhor abraçado a outra mulher?


Arny Zone

- Não estou louca e conheço o meu marido. E ela é linda!

Dizia ele ter a estrada barrada...

Tina desmaia na entrada da porta, de cansaço, de medo , de ciúme?

Eliza olha então na direcção do lago enquanto tenta levar para dentro a patroa caída na soleira.

- Meu Deus! Estão ali estão e dentro de água. Casadinho há uns meses... coitada da menina!

Baixa a cabeça para erguer Tina e ao reerguê-la, já não vê ninguém.

- Que o Senhor me abençoe! Parece bruxaria!

(segue)

4 Comments:

Blogger alice disse...

"casei mas não ceguei"

beijinhos,

alice

11:21 da tarde  
Blogger sugcrasis disse...

mais mais... e mais?

Sugcrasis

12:51 da manhã  
Blogger Teresa Durães disse...

e a ler....

3:50 da manhã  
Blogger olhar disse...

Já tenho uma teoria para esta história hehehe. Não resisto, é como nos policiais, avanço sempre.

Hoje tive tempo para ler.

Fico curioso a ver se acerto.

Abraço

1:23 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home